San Diego: Balboa Park

Ta aí, um dos meus lugares pre-fe-ri-dos de San Diego! Quando eu não tinha companhia, pegava um ônibus sozinha mesmo e passava o dia nesse lugar. É lá que estão o famoso San Diego Zoo – que é uma atração a parte, então preferido falar depois – 15 museus, jardins, restaurantes, áreas para cachorros, trilhas… Não tem como negar, o lugar é lindo e incrível.

Infelizmente vou ter que usar fotos de reprodução, porque minhas fotos estão perdidas por ai… 4 anos e 3 computadores depois, eu já não sei onde encontrar as fotos que eu quero. E eu não faço ideia de onde está o carregador da máquina que eu usava na época.

p1000060

Reprodução/Site Balboa Park

Aqui estão meus lugares preferidos do Balboa:

1. Botanical Building
Essa construção incrível foi erguida em 1915-16 e sem dúvida é um dos lugares mais cheios do parque. Mas o cenário é tão lindo que a gente nem liga. Dentro da “estufa” estão 2100 espécies de plantas – umas orquídeas lindas!! Vontade não me falta de voltar e ficar um dia inteiro sentada no gramado em frente ao prédio e ao Lily Pound – esse espelho d’água, se eu posso chamar assim.

escapingabroadblog

Reprodução/Escape Abroad Blog

2. San Diego Natural History Museum
Se você já foi em um museu de história natural em algum outro lugar do mundo – o de Nova York, por exemplo – não vai ter nem como comparar, óbvio. E confesso que não é grande e nem “uau”, mas eu gosto dele. Além do mais, tem um grande janelão que dá para ver uma parte do parque, e ver as famílias fazendo picnick durante o verão.

3. Spanish Village Art Center
A praça reúne 37 lojas com trabalhos de vários pintores, escultores, artesãos, designers de jóias, fotógrafos… Enfim, uma infinidade de artistas locais. Eu adoro esses tipos de exposição e de trabalhos. Me senti em casa.

spanishvillage_richardbenton2

Reprodução/Site Balboa Park

É difícil ficar falando qual lugar é melhor que o outro, porque não tem como fazer essa comparação. O Balboa Park inteiro é incrível, e é imperdível.

Eu ainda tenho outros favoritos: San Diego Air & Space Museum, The San Diego Museum of Art – que está com uma exposição chamada “Gaugin to Warhol”, inveja de quem estiver por lá – os passeios de bicicleta.

De novo, é um lugar incrível para quem quer passar uma tarde conhecendo um pouco mais sobre a cultura local. Aproveitem! E me levem na mala de vocês.

Estados Unidos: San Diego

Quero começar o post dizendo que o tempo me fez muito bem. Não to falando que sou mega über bonita agora, só quero dizer que… o tempo foi generoso comigo! Esse é um pedido de desculpas pelas fotos que vocês terão que ver por aqui. SD 298Em 2010 eu tive umas das melhores experiências da minha vida. Com 16 anos na época, embarquei para San Diego sozinha para fazer um curso de verão de três semanas. Tinha acabado de formar na escolhinha de inglês e ganhei uma viagem para colocar todos os mais de 10 anos de aprendizado em prática e para ganhar um pouco mais de fluência na língua.

Eu era uma das pessoas mais tímidas do universo. Não que hoje tenha mudado muita coisa, mas to bem menos bicho do mato. E apesar de toda minha empolgação – fala sério, uma menininha de 16 indo conhecer a Califórnia sozinha?! – eu estava apavorada! Eu tinha toda certeza do mundo de que eu jamais faria amigos. Mas o mundo dá voltas – ainda bem!

Eu mal cheguei no aeroporto e já conheci a pessoa que mais me ajudaria na viagem inteira! Ela foi tão importante que até hoje chamo ela de “mãe” e ela me chama de “filha”. Tive até a oportunidade de ir ao casamento dela ano passado. Apesar da Laura morar no Rio e eu aqui e apesar de não nos falarmos sempre, tenho certeza de que quando eu casar também vou ter a intimidade de chama-la para a minha cerimônia. E sem ela, eu não teria conhecido minhas outras amigas tão queridas, e que também moram no Brasil. Esses foram meus primeiros presentes da viagem. Cópia de SD 294Na casa da minha host family – em um bairro ótimo chamado La Mesa – eu tive meu primeiro choque e minha única crise de querer voltar para casa. Eu não era a única hóspede e a casa era uma espécie de albergue. No primeiro momento eu achei terrível, porque não era aquilo que eu esperava. Mas todas as pessoas hospedadas ali eram ótimas, cada um com uma cultura e nacionalidade, e eu amei conhecer cada uma delas. E lá eu ganhei outra amiga para a vida inteira: a Érica, de Taiwan. Trocamos postais das nossas aventuras por aí e conversamos sempre que podemos. SD 205Eu conheci muitas outras pessoas. De todos os lugares possíveis. E aprendi horrores com cada uma delas. Foi a experiência mais enriquecedora até agora. Eu cresci muito como pessoa, aprendi a me virar um pouco mais, entendi que o mundo é muito mais do que o conforto da casa dos nossos pais e eu percebi que sou capaz de muita coisa que eu achei que nunca conseguiria fazer. SD 292Só um P.S. de felicidade: Final do mês que vem, estarei no Rio para o casamento da Rê (da esquerda) e eu to indo feliz da vida. Nada mais gostoso do que poder manter as amizades dessa viagem ❤ SD 305 SD 310

Eu não podia deixar meu big brother de fora. Thank you for all the cookies and for still being around ❤

Quem tiver a oportunidade de fazer uma viagem como essa – na idade que for e no lugar que for – aproveite! Aproveite cada segundo e saia da sua zona de conforto. As coisas que você vai aprender e as lembranças que você vai fazer compensam qualquer receio que você tenha de mudar a rotina.

Orlando: Animal Kingdom

Enquanto o post dois do Epcot não sai – porque eu acabei de mudar de casa e por isso não consigo fazer a postagem do jeito que eu quero… – vou falar do Animal Kingdom! Eu amo amo amo esse parque, porque tenho um strong bond com animais e com a natureza 🙂

Processed with VSCOcam with m3 preset


O Animal Kingdom foi fundado em 1998 e é o maior de todo o complexo Disney. Em parceria com a Associação de Zoológicos e Aquários, ele abriga 1700 animais – para a minha mais pura felicidade. O parque é dividido em Ásia, África, Discovery Land e DinoLand.

Bom, aí vai meu top 3 Animal Kingdom:

1. Kilimanjaro Safari
É muito óbvio que esse seria o meu preferido! Eu, simplesmente, vi leões, girafas, rinocerontes, elefantes… Todos soltos por lá!!! Eu amo, mas não concordo ao mesmo tempo. Deixar os animais assim, longe de onde realmente eles deveriam estar. Mas eu não vou entrar nessa discussão porque eu sou a pessoa mais chata do mundo quando se trata de falar sobre animais e natureza. Vamos continuar fingindo que eu sou simpática. De qualquer jeito: não deixem de ir!!!! É lindo!

2. Expedition Everest F+
A Everest é sem dúvida a minha montanha-russa favorita da Disney! Nós esperamos meses por essa viagem e esse foi o primeiro brinquedo que nós fomos, então talvez seja por isso. Mas, de qualquer jeito, ela é incrível. Volta de costas e tudo…

IMG_9251


3. DINOSAUR F+
Quem já foi nesse brinquedo deve estar me achando uma idiota de colocá-lo no meu top 3. Mas eu nunca me diverti tanto na minha vida… e por tão pouco. Nós ficamos o brinquedo inteiro esperando o dinossauro pular na nossa frente, então nós gritávamos por qualquer coisa. As outras pessoas que estavam no carrinho conosco devem ter pensado “que minas chatas”. Não vou falar mais nada sobre o DINOSAUR, só vou mostrar nossa foto no brinquedo…

IMG_9305


Dei um zoom para dar uma situada: eu sou essa bem no meio da foto, a maluca que está tampando o rosto – por isso só se vê cabelo – e a Bruna… Bom, acho que já deu para entender.

Orlando: Epcot

Todo mundo fala que o Epcot está entre os parques mais “chatos” da Disney, andando bem juntinho com o Animal Kingdom (o que é história para outro post). Mas nós nos divertimos tanto que escolhemos visitar duas vezes! Não tem muito brinquedo legal, eu concordo, mas visitar os países foi tão divertido que valeu o segundo ingresso.

O Epcot foi o segundo parque inaugurado, em 1982, no complexo da Disney. Epcot significa Experimental Prototype Community of Tomorrow, algo como Comunidade Protótipo Experimental do Futuro, e como o próprio nome diz, foi projetada por Walt Disney para ser uma “cidade” futurística.

DCIM100GOPRO


O Epcot é dividido em Future World, onde estão as principais atrações, e o World Showcase, onde são representados 11 países. Eu decidi dividir esse post em dois, um para cada parte do parque. Nesse eu vou falar sobre os meus preferidos do Future World, e no próximo post (que eu pretendo fazer um pouco diferente;) falo sobre os países.

Meu top 3:

1. Test Track F+
Quando eu fui para Disney pela primeira vez, não tive coragem de ir nesse brinquedo porque achei que o carrinho andava muito rápido (é, eu era dessas). Como eu estava em uma fase “vamos superar os medos” fui enfrentar o Test Track. O brinquedo é dividido em duas partes: primeiro você desenha o seu carro junto com seus amigos (no meu caso só a Bru) e depois você vai para um carrinho de verdade “testar” o que você acabou de criar. São testes como pista molhada, montanhas, testes de freio e (o melhor de todos) de velocidade.

2. Mission: SPACE F+
Aparentemente eu sou medrosa para todos os brinquedos desse parque. Mas nesse eu tive uma experiência bem ruim da primeira vez e não teve quem me fizesse participar dele de novo (eu cheguei a sentar no simulador, mas sai correndo no último segundo. Vergonhoso, eu sei). O Mission: SPACE, como o nome já diz, simula uma viagem ao espaço. Lá dentro, você pode escolher o simulador verde ou laranja. Este último foi o que me traumatizou. Ele simula 10% da pressão que os astronautas sentem ao decolar (o que me deixou com “medo”) e quando você chega no espaço tudo dá errado. Apesar de tudo o que eu já passei dentro dele – de pânico a desistências – esse é um dos meus preferidos.

DCIM100GOPRO


3. Soarin F+
Esse simulador de asa delta é provavelmente um dos brinquedos mais fofos da Disney inteira. Enquanto dá uma voltinha pelos Estados Unidos, você sente o ventinho e o cheiro dos lugares por onde você passa.

DCIM100GOPRO


Eu volto em breve com a segunda, e minha preferida, parte do Epcot.

Orlando: Magic Kingdom

Fiquei na dúvida sobre fazer um post sobre cada parque, afinal a experiência de estar na Disney é diferente para cada um que passa por lá. Mas a ideia do Ich Wander sempre foi mostrar os meus pontos de vista sobre determinado lugar por onde eu passar, então aí vamos nós:

Captura de Tela 2014-07-27 às 19.41.35


O Magic Kingdom é o mais antigo dos parques da Disney. Foi inaugurado em 1971 e dizem que foi o único que contou com o Walt Disney durante sua construção. Muitos também dizem que é o mais mágico dos quatro parques. Talvez por retratar toda magia que a “marca” representa, por dar destaque aos principais personagens… e por ai vai.

Captura de Tela 2014-07-27 às 19.45.31


O Magic Kingdom é divido em: Main Street; Adventureland; Tomorrowland; Liberty Square; Frontierland; e a área mais recente Fantasyland. Tirando a Main Street, todas possuem brinquedos, restaurantes e lojas. Não vou dar detalhe por detalhe para não ficar chato. Só vou fazer o meu top 5 de sempre:

Ps.: Quando você achar esse símbolo F+ do lado dos nomes de brinquedos, considere agendar um FastPass.

1. Show de fogos de artifício Whishes
É um dos espetáculos mais bonitos que eu já vi. Aqueles que você tem vontade de chorar, sabe? O whishes acontece por volta das 21h30 e dura 12 minutos. O show acontece na frente do Castelo da Cinderela. Antes das 21h já garanta seu lugar por ai, assim você já se prepara para o espetáculo e para a parada noturna… o que me leva ao meu segundo lugar.

2. Paradas
O Magic Kingdom também é conhecido pelas suas paradas, em que os personagens passam cantando e acenando para o público em cima de carros decorados de acordo com cada filme. Durante o dia acontecem três: Move it! Shake it! Celebrate it!; Festival of Fantasy Parade; e a Main Street Eletrical Parade (essa é noturna!). Confira os horários no folheto disponível na entrada do parque e, por favor, (!!!!!!!) não perca nenhuma.

3. Splash Mountain F+
Essa é uma das “montanhas-russas” mais refrescantes do parque. Na verdade, você entra em um barquinho e vai andando pelos cenários do filme “A Canção do Sul”, de 1946, quando de repente…

4. Buzz Lightyear’s Space Range Spin F+
O meu tipo favorito de brinquedo!!! Tanto na Universal quanto na Disney. Nele, você entra em um carrinho para duas pessoas, onde a competição começa. Na sua frente tem uma arminha de lazer e você tem que acertar o máximo de alvos possível para passar na frente do seu adversário. Os efeitos e os cenários são super legais e fazem tudo ficar mais divertido ainda.

5. Monsters, Inc. Laugh Floor
Um show de piadas interativo junto com alguns personagens do filme Monstros S.A. Achei que ia ser horrível, que as piadas iam ser sem graça e que eu ia ter desperdiçado tempo, mas não!!! Vale a pena, garanto, mas você precisa ser fluente em inglês, ou pelo menos saber bastante para entender as piadinhas e não virar uma atração chata.

Orlando: Disney’s All Star Resort

Esse meu presente de 20 anos foi tão bom e tão gostoso que nem sabia por onde começar!!! Escolhi falar da minha hospedagem porque foi diferente de tudo que já escolhi e porque nunca falo dos lugares que eu fico.

DCIM100GOPRO

Quando a Bru me chamou para comemorarmos nosso aniversário na Disney, já comecei a pensar como fariamos com o carro, pois era assim que nos locomovíamos quando fui pela primeira vez. Teríamos que dirigir pelas estradas americanas, se preocupar com estacionamento e todos os outros problemas que um carro pode trazer.

Como a Bruna tinha ido a Disney com quatro anos e não se lembrava de quase nada, ela sugeriu que ficássemos em um resort do parque. Procuramos um que coubesse nos nossos orçamentos e ficamos com o All Star Disney’s Resort. Esse é um dos mais famosos e todo mundo fala bem, então também levamos em consideração esse fator.

Dentro deste resort, que fica nas dependências do Animal Kingdom, existem três tipos de hoteis: Sports, Movies e Music. Todos com a mesma proposta. O que muda mesmo é a decoração.

Para não fazer deste post um livro, vou fazer um top 3: porque escolher um resort da Disney:

1. Transporte
Dentro dos hoteis da Disney, você pode usar o Disney Bus e ir para os parques e Downtown Disney. Eles dizem que o ônibus passa de 20 em 20 minutos, mas em alguns lugares passa até com mais frequência.

2. Dining Plan
Esse plano não está incluso no pacote, mas recomendo muito (!!!!) que você procure mais informações sobre ele. O nosso incluía duas refeições de quick service (comidas mais no estilo fast food), o que inclui também uma bebida e uma sobremesa, e um snack (espécie de lanchinho) por dia. Esse serviço funciona tanto no hotel quanto nos parques. Muito prático e mais econômico, eu acredito.

3. Magic Band
Ao se hospedar em um resort da Disney você ganha uma Magic Band (que custa 13 doláres para não hospedes). Essa pulserinha facilita tanta coisa! Nada de carregar chave de quarto, tickets, cartão de crédito e até máquina fotográfica (se você quiser tirar só foto dos personagens). A Magic Band é uma espécie de cartão magnético e funciona para todas essas coisas que citei ali em cima. Fácil, bonitinha e dá até para customizar.