Paris: de novo!

A semana do meu aniversário foi incrível: recebi duas grandes amigas em Londres, comemoramos o meu dia com um show do Paul McCartney, e – para completar a semana – demos uma esticadinha em Paris.

IMG_6296

Quero elas de volta!!

IMG_6242

Foi uma ida bem rapidinha, e conhecemos/revisitamos – para mim e Dani – os pontos mais turístico da cidade do amor!!!

P.S.: Essa viagem (delas) ainda rendeu um “15 minutos de fama” para mim!!! Virei destaque com a matéria que a Dani fez para o portal da nossa faculdade. Dá uma clicada aqui!!

Alemanha: Munique

Eu estava muito ansiosa para ir a Munique, por causa do meu time de futebol – vou confessar.

IMG_5831

Bora, Bayern!

A cidade é linda! Mas eu tive apenas um dia em Munique, o que deixou tudo muito corrido. Eu andava de um lado para o outro, tentando conhecer o máximo possível. O que, infelizmente, resultou em poucas fotos.

Como eu sempre quis ir a Munique, não posso deixá-la de fora do blog. Escolhi algumas fotos e espero alimentar a vontade de alguém conhecer a capital da Baviera. Prometo voltar, passar mais tempo e fazer uma postagem decente!!

Frühlingsanlagen

Frühlingsanlagen

Vater-Rhein-Brunnen

Vater-Rhein-Brunnen

Friedensengel

Friedensengel

Sankt Lukas Kirche

Igreja de São Lucas

Siegestor

Siegestor

Bayerische Staatskanzlei

Chancelaria do Estado da Baviera

Museu Nacional da Bavaria

Museu Nacional da Baviera

Olympiapark

Olympiapark

Olympiapark

Olympiapark

Posso dar apenas duas dicas: passem mais que dois dias em Munique e aproveitem a cerveja da Baviera. Prost!

Berlim: e seus mil parques

Eu sou super fã de parques, e as cidades que os têm aos montes já ganham minha atenção. Eu gostaria muito de ter um parque bem cuidado perto de casa, onde eu pudesse sentar e ler meus livros – o que já fiz várias vezes enquanto passo esse tempo pela Europa.

Como se Berlin já não fosse incrível o suficiente, a cidade tem um monte de parques legais. Vamos lá:

Mauerpark – Gleimstraße 55, Prenzlauer Berg
O “Parque do Muro” – junto com sua feirinha de pulgas de domingo – foi o primeiro que visitei. E rendeu até um vídeo! Quando Berlin ainda era dividida pelo muro, essa área era a faixa entre os dois muros, onde ficavam os obstáculos, torres de observação…

IMG_5348


Viktoriapark – Kreuzbergstraße, Kreuzberg
Eu estava em um dia “não estou afim de papo e não quero saber de fazer nada” quando encontrei o Viktoriapark. Do nada eu estava de bom humor de novo (êêê). Mas, me diz, não tem como não ficar.

IMG_5804

IMG_5805


Bürgerpark –  Wilhelm-Kuhr-Straße 9, Pankow
Uma amiga mudou para Pankow e comentou que tinha esse parque perto da casa dela. Lá fomos nós ver qual era daquele parque. O dia estava bonito – o primeiro dia realmente primaveril em Abril – e nós ficamos sentadas no meio do parque, aproveitando nossos sorvetes.

IMG_5733


Tempelhofer Park – Tempelhofer Damm, Alt-Tempelhof
Tudo bem, não é um parque “muito verde, muita grama, muitas árvores”, mas eles chamam de parque e eu também vou chamar 🙂 Eu gosto da ideia deles terem transformado um aeroporto desativado em um lugar onde as pessoas possam andar de bicicleta, correr, andar de skate… Qual é a graça de simplesmente abandonar um lugar?

Processed with VSCOcam with se2 preset


(Estou usando muita foto repetida 😦 desculpa!)

Treptower Park – Am Treptower Pk., Alt-Treptow
O Treptower é um parque enorme na margem do rio Spree, além de ser a “casa” do maior memorial soviético de Berlin. Vale muito a pena a visita. Um pouco de verde, ar puro e um pouco de história também.

Acho que esses não contam nem 1/3 dos parques de Berlin. Mas já são algumas opções legais para se considerar quando estiver visitando a cidade. Não vou falar muito do Tiergarten – o Central Park de Berlin – porque acredito que já está no topo da lista de quem está planejando uma viagem a capital alemã. E se não está, você eventualmente vai esbarrar com ele. Seja na ida ao Brandenburger Tor, Siegessäule ou ao Zoo.

Eu, definitivamente, estou ansiosa para voltar no verão e ver como os parques ficam nessa época do ano. E também quero visitar o Gärten der Welt – ou jardins do mundo – que tem um pedacinho do jardim planejado de acordo com uma parte do planeta.

Berlim: meus restaurantes favoritos

Por que eu tenho a sensação de que eu falo mais de restaurantes e cafés do que qualquer outra coisa? Tanto faz! Vou continuar falando dos meus restaurantes preferidos por aí…

Vân Anh – Oderberger Straße 7, Prenzlauer Berg
Esse restaurante de comida vietnamita foi o lugar que eu mais visitei em Berlin. Acho que eu provei quase todos os pratos vegetarianos do menu. Quando passar por Berlin em julho termino de analisar o cardápio do Vân Anh, que é – definitivamente – o meu favorito.

Parker Bowles.  – Prinzenstraße 85d, Kreuzberg
Adoro quando você precisa mudar de planos e acaba encontrando algo ainda melhor. Foi assim com o Parker Bowles.

Foto: bechstein-network.com

Foto: bechstein-network.com


Burgermeister – Oberbaumstraße 8, Wrangelkiez
Sempre tem que ter um hamburguer – vegetariano para mim! – no meio. O Burgermeister fica embaixo de um trilho do U-Bahn. Se não tivessem me falado para experimentar, acho que nunca teria dado bola para o lugar.

bm

Foto: unlike media/ Marco Heyer


Freischwimmer – Vor dem Schlesischen Tor 2, Alt-Treptow
Esse restaurante tem um bônus: além da comida ser maravilhosa, você faz a sua refeição na beira do rio Spree. Adoro restaurantes “with a view”. Torna a experiência ainda melhor. O que me lembrou do Mestizo, em Santiago do Chile. Saudades saudades, Chile querido…

Bônus: para ser bem sincera, quando a fome batia de verdade eu logo pensava na estação da Alexanderplatz. No corredor que te leva a U2 e a U5 existe uma lanchonete – bem pequena e discreta – com a melhor nudeln box do mundo!!! Macarrão e legumes na caixinha é o que mais se encontra em Berlin – assim como comida turca – mas garanto que essa é a melhor.

Feliz nove meses de “meat-free”!

No início do ano passado eu comecei a considerar tirar qualquer tipo de carne do meu cardápio. Depois de alguns meses, muita pesquisa e muitos documentários, eu consegui cortar tudo de vez. E faz exatamente 9 meses que isso aconteceu!

Eu encho a boca para falar que sou vegetariana. Me sinto muito saudável, feliz, leve e confortável com a minha escolha. Nem comentários como “comer carne é extremamente importante” me incomodam mais.

É claro que eu faço acompanhamento com um profissional para saber se está tudo em ordem no meu corpo. Acho importante estar sempre atento a isso quando se segue uma dieta como essa. Mas é possível viver de maneira muito saudável sem ingerir proteína animal. Te garanto 😉

Mas eu não vim falar só isso. Vim comemorar minha escolha lembrando dos meus restaurantes e minhas lanchonetes vegetarianas preferidas nos lugares em que já visitei:

Hare Burger – Rio de Janeiro IMG_3242


Falei do Hare Burger no meu último post sobre o Rio. Meu sonho é que abra um em Brasília e que eu possa viver desses hamburgueres maravilhosos!!

Veget’ Halles – Paris
Posso dizer que esse restaurante foi importantíssimo na minha decisão! Em Abril do ano passado – quando descobri o restaurante – eu ainda comia carne e ainda tinha um pouco daquele pensamento bobo de que as comidas vegetarianas não podem ser gostosas. Obrigada, Veget’ Halles!!

Veganz – Berlin
O Veganz, na verdade, é uma rede alemã de supermercados veganos. Vou te dizer que eu nunca me senti tão bem em um supermercado. Foi difícil não comprar tudo o que tinha nas prateleiras. Queria ter uma rede dessa pertinho de casa.

Foto: blogdilifestyle.it


(A verdade é que a Alemanha é um lugar incrível para quem é vegetariano. Eu nunca tive tanta opção como nos últimos dois meses. Eu realmente vou sentir falta de entrar em qualquer lugar e ter não só uma, mas várias opções de pratos.)

Esses são só alguns dos meus lugares preferidos. Sem contar que eu acabei aprendendo – com ajuda de mamãe 😉 – a fazer muita coisa gostosa em casa mesmo.

Espero poder completar 90 anos sendo “meat-free” sem forçar ninguém a fazer o mesmo, e sem escutar nenhum comentário sobre como a carne faz “bem” para o nosso organismo.

Bis gleich, Berlin!

Esse sábado que passou foi o meu último dia em Berlin, cidade que não fez nada além do que conquistar meu coração. Fui embora já com saudade e vontade de voltar para ficar mais tempo.

IMG_5609

Gendermenmarkt


Há dois meses, eu desembarcava para um dos maiores desafios até agora. Cidade nova, língua diferente – que eu não domino – casa nova, e tudo isso sozinha. Foi difícil, foi; mas eu fui tão bem acolhida pela cidade que não tive dificuldade para superar os desafios que apareceram pela frente.

Bürguerpark

Bürgerpark, Pankow


Uma amiga me disse que a Iana que chegou em Berlin não seria a mesma que deixaria a cidade. E ela estava 110% certa. Tenho certeza de que alguma forma eu amadureci, ganhei mais confiança – principalmente na hora de me arriscar no alemão – e também ganhei amigos que quero levar para a vida toda.

IMG_5381


Bom, eu nunca achei que sairia perdendo com essa experiência. Mas as minhas expectativas foram superadas. Cada esquina que eu virava, me trazia uma supresa boa. Não vejo a hora de voltar, visitar os meus lugares preferidos e falar mais um pouquinho em alemão.

Badeschiff

Badeschiff, Alt-Treptow


Vou sentir saudade de descobrir todos os dias que Berlin é ainda mais “cool” do que parece.

Tempelhofer Park, Tempelhof-Schöneberg

Tempelhofer Park, Tempelhof-Schöneberg